domingo, 6 de janeiro de 2013

Amor de Infância Cap. 49


Você ON

Já eram umas 16 horas da tarde, Justin e Pattie já tinham ido. Papai estava deitado na cama de hospedes lendo um livro, Demi estava desfazendo as malas, mamãe estava na sala assistindo um filme e eu estava no skype com a Tay e a Cait. Logo depois Demi entra no quarto.

Demi:  Ei - senta na cama – Amanhã é natal, o que vamos dar aos nossos pais?
Você: Verdade, nem me lembrava
Demi: Não é novidade –ri –
Você: Tu para – jogo uma almofada nela –
Demi: Que tal um...
Você: Um?
Demi: Espera eu terminar de falar menina
Você: Ta – segurou risos –
Demi: Ah sei lá
Você:  Quero fazer algo grande. Já pensou o papai e a mamãe juntos? De novo? – sorri –
Demi: Família unida de novo – sorriu –
Você: Sim, o problema é que eu não sei se eles se gostam ainda.
Demi: A dúvida só está no papai
Você: Só nele?
Demi: É, a Pattie disse que quando a mamãe sobe que o papai tava vindo com agente ela pirou.
Você: Sério?! –ri –
Demi: Sério!
Você: Dona Elizabeth – ri –
Demi: Imagino ela dando aqueles ataques dela – ri –
Você: - ri – Mas o que fazer?
Demi: Hm
Você: Pera... eu acho que já sei – sorri –
Demi: Algo grande?
Você: Muito
Demi: Então conta né... o que é?

[...]

Acordei  de manhã cedo, sem preguiça alguma fui fazer minha higiene matinal e me vestir

Fui  até a cozinha e Liza e Pattie estavam fazendo comida, provavelmente seria para a ceia de  hoje.

Você:  Oi gente
Liza: Oi filha – ela me olhou e sorriu –
Pattie: Oi querida
Liza: Ta com fome?
Você: Não mãe. Pattie, cadê o Justin?
Pattie: Em casa
Você: Ele não quis vim?
Pattie: Tava passando um jogo de basquete na TV e ele ficou lá assistindo, mas quando acabar ele vem
Você: Ah sim. Mão cadê o papai?
Liza: Foi resolver umas coisas do trabalho dele
Você: E a Demi?
Demi: Aqui gata, não vive sem mim né?
Você: Vishe! Quem foi que ti iludiu desse jeito?
Demi: Você mesmo querida
Você: Ta, uhum
Liza: Eita!
Demi: To com fome
Você: Gorda! – falei rindo –
Demi:  - me olha séria -
Liza: O café  ta aqui na mesa, se sirvam e comam lá na sala, pois aqui na muito cheio
Demi: A cidade toda vem ceia com agente, é? – ela disse depois de ver a comida –
Liza: Vai logo comer gorda
Demi: Até você mãe? – perguntou indignada –
Liza: Vai logo Demi!
Você: É Demi.
Demi: Ah – bufou –

Eu e Demi fizemos um achocolatado e pegamos doritos e fomos pra sala. É, esse foi nosso café. Problem? Nós ficamos vendo um programa de humor muito legal por sinal.
Era por cerca 14:20 e ainda não havíamos almoçado, eu e Demi já estávamos com fome. Minutos depois Justin chegou me deu um selinho, cumprimentou Demi e foi pra cozinha, depois ele voltou e se sentou ao meu lado.

Você: O que o senhor estava fazendo, onde estava e com quem?
Demi: Ui!
Justin: Tava vendo um jogo
Você: Que jogo?
Justin: Basquete
Você: Onde estava?
Justin: Casa
Você: Com quem?
Justin: Com Deus!
Demi: Nossa! – riu –
Você:  Porque você ta com essa cara?
Justin: Porque o time que eu tava torcendo perdeu
Você:  Ta tão sexy com esse biquinho.
Demi: Fui – demi saiu –
Você: Tão sexy todo irritadinho
Justin: To sexy é amor? – ele me pôs no seu colo –
Você: Uhum – pôs meus braços em seu pescoço. Sua mão estava na minha cintura –

Nós nos beijamos.

Foi um beijo simples, mais com muito, muito, muito amor. Sua língua pediu passagem para minha boca e eu cedi. Sua língua explorava cada canto da minha boca, ele me pressionava cada vez mais pra perto do seu corpo. Uma de suas mãos  estava em minha cintura e a outra apertava minha coxa delicadamente, eu me afastei um pouco de sua boca em busca de ar. Demos dois longos suspiros,  e logo voltamos a nos beijar de novo. Estava tudo a mil maravilhas até ouvirmos umas torces falsa, paramos o beijo na hora.

Você: Pai?!
Nick: Eu
Você: Está ai á muito tempo?
Nick: O suficiente
Sair de cima do Justin.
Aposto que estava com as bochechas vermelhas.
Nick: Garoto, depois eu quero conversar com você.
Arregalei os olhos.
Justin: Tudo bem senhor.
Quando Nick saiu da sala eu e Justin nos olhamos e começamos a rir igual a uns retardados.
Pattie: Posso saber o motivo da risada?  - ela apareceu na sala do nada
Justin: Nada demais
Pattie: - olha pra mim com um tom de desconfiança – Sei... vem, vamos almoçar
Você: Graças a Deus!
Pattie: Chama a sua irmã.
Você: Tá... DEMI  - gritei –
Pattie: Hey
Você: Oi?!
Demi: Eu – ela estava descendo a escada –
Justin: - ri –
Pattie: Vamos almoçar!
Demi: Oba!
[...]
00:00
Já era exatamente 00:00 e nós estávamos ceiando. Todos estavam lá, absolutamente todos: Eu, Justin, Demi, Nick, Liza, Pattie, Cait, Chris, Chaz, Ryan, Taylor, os irmãos de Justin, Jeremy,  os pais de Ryan , da Taylor e dos Beadles.
Estava tudo perfeito, perfeito mesmo. O mais perfeito era ver os meus pais conversando e rindo.
3:30
Todos já tinham ido. Jeremy, Jazzy e Jaxon estavam na casa da Pattie e Justin ia dormi comigo.
Eu e Justin subimos juntos,  tomei um banho só pra molhar o corpo mesmo e Justin fez o mesmo.  Nós nos deitamos e dormimos de conchinha. É claro antes de dormimos teve diversos beijos e amasso.
Na manhã seguinte acordei primeiro do que Justin, fiz minha higiene e fui acordar o dorminhoco  com diversos beijinhos pelo seu rosto, ele abriu os olhos devagar e sorriu.
Justin: Ótima maneira de me acordar
Você:  - selinho – levanta logo.
Justin: To com preguiça
Você: Por favor amor
Justin se levantou com preguiça e foi pro banheiro, eu fui até o quarto da Demi que era do lado do meu.
Você: E aí maninha – me sentei da sua cama -
Demi:  E aí
Você: Pronta?!
Demi: To
Você: Você já fez a reseva?
Demi: Já, esta aqui os papeis – ela pegou em cima do seu criado mundo –
Você: Você viu que horas a mamãe e o papai foram dormi?
Demi: Ontem quando você subiu  eu logo subi e eles ficaram lá embaixo
Você: OMG!
Demi: É – ri – A noite foi longa
Você:  - ri – Se ela ti pegando falando isso tu tava morta
Demi: Medo
[...]
Você: Posso entrar pai? – disse abrindo a porta do quarto que ele estava
Nick: Claro filha
Você: O senhor está muito ocupado?
Nick: Pra você não – sorri –
Você: Obrigado – me sento ao seu lado – posso conversar com o senhor?
Nick: Pode sim
Você: É ... eu não exatamente o que falar, eu o conheci um dia desses então é meio que estranho me acostumar com a ideia que eu tenho um pai, e – ele me interrompeu –
Nick: Você sempre teve um pai, só que eu não estava presente. Me desculpa, por favor.
Você: Não, tudo bem... é que é bom ver a família reunida
Nick: Realmente é bom. Nunca me sentir tão vivo, tão feliz.
Você: Sei como é – ri fraco pelo nariz – então, como vai sua vida amorosa?
Nick: Sei onde você quer chegar um essa historia mocinha.
Você: Eu? Eu só fiz uma pergunta
Nick: Sei... – ele ergueu a sobrancelha – Mas eu vou responder. Ultimamente tenho muito ocupado pra pensar em amor
Você: O senhor não pode se prender ao trabalho
Nick: Essa é a minha vida filha
Você: Não, não é.
Nick: Como tem tanta certeza?
Você: O senhor é muito sério, meu Deus! Só trabalha. Sabe o significado da palavra ‘diversão’?
Nick: Pensando bem... a muito tempo eu não me divirto
Você: Vem – me levanto –
Nick: Pra onde?
Você: Vem pai – o puxo –
Nick: Pra onde vamos?
Você: Pergunte menos e aja mais
Nick se levantou e nós fomos pro carro. Eu iria dirigir.
Nick: O que você vai fazer?
Você: Te mostrar o que você não sabe?
Nick: Você sabe dirigir? – ele perguntou meio assustado –
Você: Põem o sinto e relaxa
Eu e Nick passamos a tarde inteira juntos, nós fomos em lugares diferentes que ele costuma a ir, em lugares simples, mostrei a ele que existe coisas simples e melhores do que se trancar no trabalho. Nós conversamos bastante, bastante mesmo, sinto que estamos nos aproximando cada vez mais.
Você: Então pai, como vai sua vida amorosa?
Nick: Eu já respondi isso
Você: Está interessando em alguém?
Nick: Não
Você: Não?
Nick: Não – afirmou –
Você: O senhor viu a mamãe hoje de manhã?
Nick: Vi, por quê?
Você: Estava linda né?
Nick: Estava
Você: Como era a mamãe quando vocês se conheceram?
Nick: Como ela era? Ah, ela é a mulher mais perfeita que eu já conheci, ela é boa em tudo que faz, ela tem personalidade, é linda, talentosa, eu gosto disso nela. Eu não sei explicar a importância que ela tem pra mim, é  muito grande
Você: Como você começou a gostar da mamãe?
Nick: Não sei ao certo, ela me conquistou rápido, não tem como explicar o amor, simplesmente aconteceu.
Você: Entendo
Nick: Entende?
Você: Entendo!
Nick: E esse seu namorado?
Você: Justin?!
Nick: É o único que tem, certo?
Você: Que isso pai!
Nick: Desculpa!
Você: Tá... mas o que tem o Justin?
Nick:  Quero saber como ele trata você, você gosta dele mesmo? Quanto tempo vocês namoram. Eu quero saber tudo.
Você: Mais que preocupação
Nick: Você é minha filha, quero saber se ele é o ‘cara certo’ pra você, ele está com o meu mundo, quero que ele lhe trate como uma princesa, assim como você deve ser tratada. Não só você, a Demi também. Mesmo estando com vocês a pouquíssimo tempo, eu já amo vocês de um modo inesplicavel. Eu perdi tanto tempo da vida de vocês e agora eu não quero mais perder nenhum segundo.
Você: Eu também te amo muito pai – o abraço –
Nick: Você ainda não respondeu minha pergunta
Você: Bom,  ele me trata bem, ótima na verdade. Eu amo aquele garoto, amo muito, eu realmente acho que ele é o ‘cara certo’. Mas eu quero saber é do senhor
Nick: Porque esta tão interessada em mim?
Você: Porque quero minha família reunida de novo
Nick: Como assim? Já estamos juntos, você mesmo disse.
Você: Sabe, uma família mesmo entende?
Nick: Não, eu não entendo.
Você: Você e a mamãe
Nick: Ah, já entendi tudo.
Você: Então...
Nick: Filha, não é tão fácil como parece.
Você: Você gosta dela?
Nick: Filha...
Você: Gosta?
Nick: SeuNo... – o interrompi –
Você: GOSTA OU NÃO? – perguntei impaciente –
Nick: Gosto, gosto, satisfeita? – disse irritado –
Você: Porque não ficam juntos?
Nick: Passamos tantos anos separados. Admito que durante esse tempo eu nunca a esqueci, ela marcou a minha vida, ainda gosto muito, muito, muito dela mais não sei se é o suficiente para voltarmos – disse calmo e pensativo  – e eu nem sei se ela gosta de mim – ele meio “acordou” dos seus pensamentos –
Você: Ela ficou maluca quando soube que o senhor estava vindo com agente
Nick: Jura? – seus olhos brilhavam junto com o sorriso estampado em seu rosto –
Você: Juro! – sorri – Eu sei que o senhor ainda gosta, porque o senhor não da uma chance pra vocês dois?
Nick: Talvez.
Você: Talvez nada. Diga sim ou não agora
Nick: Isso mudaria algo?
Você: Sim, mudaria.
Nick: Posso saber como?
Você: Está tudo planejado, só falta a sua resposta.
Nick: Pode me explicar melhor isso
Você: É o seguinte... eu e a Demi...
[....]

Demi ON

Estava apenas eu e mamãe em casa, eu mandei Liza pro um vestido que SeuNome e Nick havíamos comprado, era um vestido de festa clássica tomara que caia, ele era bege brilhoso, ele ia até o joelho.  Mamãe não entendia o porque daquilo, mais depois de MUITO tempo eu conseguiu arruma-la.
Eui já a via mandado uma mensagem uma mensagem pra SeuNome falando que a mamãe já estava pronta e nós já estávamos indo ao tal local.

Você ON

Acabei de ler a mensagem que Demi me enviou pro papai então foi aí que ele ficou mais nervoso que estava.

Você: Acalma pai
Nick: Ta difícil em filha.
Você: Vai da tudo certo.
Nick: Eu sei, eu sei – ele andava de um lado pro outro –
Minutos depois recebi outra mensagem de Demi. A hora iria chegar, elas já estavam na frente.
Você: Preparado?
Nick: To, to.

Logo Demi entrou com a mamãe. Liza estava aparentemente surpresa.
Você: Bom, eu e Demi vamos deixar vocês sozinhos – dei uma piscadinha para Nick e ele sorriu. Eu e Demi fomos para uma sala, a porta que separava uma sala da outra tem um vidro em forma de circulo, então é claro que nós duas ficamos vigiando os dois.

Liza ON

Eu não estava entendendo absolutamente nada. Primeiro: Demi mandou eu vestir uma roupa super linda e não me falava o porque daquilo, no caminho ela estava calada, apenas sorria só do jeito que ela sabe. Segundo: Ela parou o caro em frente de uma marina, ela me guiou até uma lancha enorme, iluminada e quando nós entramos eu dou de cara com a SeuNome e Nick sorrindo. Mal chegamos Demi e SeuNome nós deixaram sozinhos, eu estava completamente sem palavras.

Nick: Quer se sentar? – ele olhou para uma mesa com lugar pra dois –
Liza: Que.. quero.
Nick como sempre cavalheiro puxou a cadeira para que eu sentasse.
Liza: Obrigado
Nick: Não há de que.
Liza: Então,
Nick: Está com fome?
Liza: Pra falar a verdade, eu estou sim. Demi não me deixou comer.
Ele riu e chegou uma garçonete com a comida
Liza: Uau! Que rápido – sorri –
Nick: É exclusivo.
Liza: De quem é essa lancha?
Nick: Minha
Liza: Ah
Nick: Gostou?
Liza: É linda, muito linda.
Nick: Obrigado
Liza: Mais por que tudo isso?
Nick: É... – ele começou a gaguejar –
Liza: Está tudo bem Nick? – pós minha mão sob a dele –
Ele ficou mais nervoso
Nick: Está – ele tirou minha mão sobre a dele e pós por cima da minha – você está linda hoje
Liza: Obrigado

Nick: Sempre está
Tenho certeza que corei agora, não queria responder um “obrigado” então comecei a comer. Durante o jantar nós conversamos e rimos bastante, relembramos sobre o nosso passado, essa noite me lembrava à noite que ele me pediu em casamento.
Já estávamos a horas e horas lá, agora nós estávamos dançando a mesma música que dançamos no dia que ele me pediu em casamento.

Agora estou nervosa.

Ele sempre me olhava nos olhos e sorria. Ele ainda consegue me encantar.

Minutos depois paramos a dança e nós sentamos num sofá que lá tinha.

Nick: Aceita? – ele se referiu ao champain que estava em um balde próprio para por champain
Liza: Aceito

Ele nos serviu, brindamos e em seguida demos um gole.

Espera!

Eu reconheço esse gosto, eu reconheço esse champain. Foi o mesmo que tomamos na noite que ele me pediu em casamento, essa noite ele estava relembrando a noite que ele me pediu. A mesma comida, mesma dança, mesmo champain, até o local que ele quis lembrar. Foi em um navio, num cruzeiro. Nick pegou minha mão e a beijou.  Ele tirou de seu bolso uma caixinha vermelha veluda e a abriu, lá tinha duas alianças. Estremeci.

Nick: Aceita casar comigo? Elizabeth aceita casar comigo de novo? – ele sorria e eu apenas sorri de volta. Tem noção de quantas noites antes de dormi eu imagina isso?
Liza: Oh Meu Deus! – pós as mãos no rosto –
Nick: Aceita?
Liza: Eu...eu não sei o que dizer.
Nick: Apenas diga sim – ele tirou uma das alianças pegando minha mão
Liza: Eu...eu aceito – sorri. Ambos sorriram. Pomos as alianças nos dedos e SeuNome e Demi saíram de algum ligar e se jogaram encima de  nós dois

[...]
 6 meses depois 


                                             ----------------------------------------------------


   Continua com mais de 10 comentários



18 comentários:

  1. ai que lindo, esta perfeito continua plz

    ResponderExcluir
  2. PELO AMOR DE DEUS CONTINUAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir
  3. amor continua sim!! como sempre perfeito né?! heheh bskas e continua @believe_in_juss

    ResponderExcluir
  4. PERFEITO , P-E-R-F-E-I-T-O , P.E.F.E.I.T.O. , TÁ MUITO PERFEITO , AMO MUITO !!!!!

    ResponderExcluir
  5. Continuaaa *--* , to amando d + sua ib <3

    ResponderExcluir
  6. Lindo.....Maravilhoso.....Continua!!!!!!1

    ResponderExcluir
  7. Oi, meu anjo
    Boa noite, tudo bem com você? (espero que sim)
    Bom, passei aqui e adorei seu blog, super fofo do jeito que eu gosto he-he
    será que você pode visitar meu blog?
    http://wwwjustindrewbieber-stephane.blogspot.com.br/
    Me ajuda a divulgar e a chegar na minha meta de 100 seguidores
    pleaseeeeeeeeeeee
    Pode dar a sua opinião sobre minha ib
    Obrigadinha linda ...... Seguindo <3 Segue de volta por favor

    tem + uma coisa
    tenho um selinho para você lá

    ResponderExcluir
  8. Visheeee capitulo p.e.r.f.e.i.to socorro senhor kkkk continua logo e me avisa no twitter por favor é @Justin_Loves_B obrigada anjo :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. @Justin_Loves_BR sorry errei ali em cima kkkk

      Excluir
  9. AMEEEEEEEEEEEIII !
    FICOOU PERFEITO DEMAIS CARA !
    LINDO LINDO..
    Continua,Xoxo '-'

    ResponderExcluir